Skip to content

Informativo de Aduana & Comércio Exterior

8/24/2018
 

Diário Oficial da União


Não houve publicações relevantes ao comércio exterior na data de hoje.

Notícias Siscomex


Não foram publicadas notícias do Siscomex na data de hoje. 

Notícias Referenciadas


Retaliação dos EUA à China pode afetar exportações do Brasil, diz AEB
Fonte: Agência Brasil

A imposição de novas retaliações comerciais dos Estados Unidos à China representará poucas oportunidades para o Brasil e poderá complicar as exportações brasileiras. A avaliação é do presidente da Associação de Comércio Exterior do Brasil (AEB), José Augusto de Castro. Ele ressalta que o baixo volume de exportações de bens manufaturados pelo Brasil não permitirá que o país tire proveito da sobretaxação de bens chineses pelo governo do presidente Donald Trump.

[Texto na íntegra]

Sistema eletrônico que agiliza exportação e importação supera 100 mil registros
Fonte: MAPA

Mais de 100 mil operações de exportação de produtos de origem animal foram registradas no Sistema de Informações Gerenciais de Trânsito Internacional de Produtos e Insumos Agropecuários (SIGVIG), desde sua implantação em 12 de abril. Até o fim de agosto deverão ser incluídos os embarques de vegetais (que no caso da soja atinge US$ 30 bilhões/ano). Em dezembro, todas as exportações da agropecuária precisarão ser lançadas neste Sistema. Os produtos de origem animal envolvem aproximadamente 350 mil operações/ano e os demais 250 mil, somando 600 mil operações anuais do agronegócio.

[Texto na íntegra]

Mercosul marca para setembro reunião que discutirá acordo com UE
Fonte: Agência Brasil

O Mercosul (bloco que reúne Brasil, Argentina, Uruguai e Argentina) agendou para 18 de setembro reunião para discutir o acordo entre o bloco e a União Europeia, que vem sendo debatido há quase 20 anos. O encontro foi convocado pelo Uruguai, que preside o Mercosul pro-tempore.

[Texto na íntegra]

TCU deve definir fórmula de cálculo de repasse da Lei Kandir
Fonte: Estadão

Sem uma decisão final do Congresso Nacional sobre o valor dos repasses da Lei Kandir aos Estados, o Tribunal de Contas da União (TCU) já iniciou os preparativos para estudar e definir a forma de cálculo dessas transferências. A Corte de contas recebeu a missão do Supremo Tribunal Federal (STF) e vai começar a discussão por um ponto ainda intocado nos debates entre os parlamentares: se a compensação ainda é de fato devida a alguns Estados.

[Texto na íntegra]

Diretor da OMC defende reforma de regras comerciais
Fonte: Notícias Agrícolas

Os debates sobre as recentes tensões nas relações comerciais em todo o mundo, especialmente sobre o impasse entre Estados Unidos e China, considerados os grandes players globais, foram destaque hoje (23) durante o Fórum de Agricultura da América do Sul, em Curitiba.

[Texto na íntegra]

Primeiro Exercício Simulado Internacional entre Autoridades Regulatórias
Fonte: ANVISA

A Anvisa elaborou e conduziu o primeiro Exercício Simulado da Coalizão Internacional de Autoridades Regulatórias de Medicamentos ou International Coalition of Medicines Regulatory Authorities (ICMRA).

[Texto na Íntegra]

Montadoras podem pagar até 30% mais pelo aço em 2019, diz CSN
Fonte: Valor

O efeito da disparada do dólar nos custos e a relativa manutenção dos preços do aço no mercado internacional provavelmente resultarão em um grande aumento de preços do aço para as fabricantes de veículos. De acordo com Luis Fernando Martinez, diretor comercial da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), o reajuste terá de ficar entre 25% e 30% para as montadoras em 2019.

[Texto na Íntegra]

Movimento de cargas no Porto de Santos sobe 4,4% em 2018
Fonte:R7

O número de cargas movimentadas no Porto de Santos registrou um aumento de 4,4% de janeiro a julho de 2018, totalizando mais de 76 milhões de toneladas — melhor resultado histórico para o período. Os dados são da Codesp (Companhia Docas do Estado de São Paulo).

[Texto na Íntegra]

Viracopos registra novo crescimento de carga internacional
Fonte: GPA LogNews

O movimento de importação, de exportação e de remessas expressas apresentaram alta no mês de julho em relação ao mesmo período do ano passado no TECA (Terminal de Carga – FOTO) do Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP).

[Texto na Íntegra]

Artigos STTAS Brasil


Quando se trata de e-commerce global, talvez o Brasil não seja o mais lembrado. Mas deveria ser

Embora a economia do país – a maior da América Latina e a segunda do hemisfério ocidental, depois dos Estados Unidos – enfrente dificuldades para se recuperar da pior recessão de todos os tempos, as compras on-line dispararam. Mais de 80% dos consumidores afirmam ter feito uma compra internacional por meio de e-commerce, de acordo com o estudo global UPS Pulse of the Online Shopper (POTOS). Só neste ano, o setor brasileiro de e-commerce deve crescer a uma taxa de 12%, e a estimativa é de que as vendas atinjam R$ 53,5 bilhões (mais de US$ 15 bilhões).

Esse crescimento ocorre mesmo com os brasileiros enfrentando o desemprego, a inflação e a corrupção. Imagine quanto o e-varejo aumentará quando a quinta maior economia móvel e de internet do mundo superar suas dificuldades.

Aproveitar esse potencial não é tão fácil quanto publicar fotos em um website e ver as encomendas chegando. Para os varejistas on-line que quiserem aproveitá-lo, aqui vão algumas dicas básicas para começar:

[Texto na Íntegra]

STTAS ultrapassa a marca de 100 pleitos de Ex-tarifários

O regime de Ex-tarifário para Bens de Capital (BK) e Bens de Informática e Telecomunicações (BIT) sem produção nacional equivalente é um dos principais senão dos mais utilizados mecanismos de redução da tarifa do Imposto de Importação no âmbito Brasileiro. Dados¹ do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) mostram que, em 2017, foram concedidos/renovados mais de 3.380 Ex-tarifários, com valores de importação totais (FOB) estimados em mais de 10,9 bilhões de dólares. A Alemanha lidera o ranking dos Países fabricantes de bens importados no Brasil utilizando o regime de Ex-tarifário (644). Já a China sai na frente quando o assunto é o valor FOB estimado das importações, superando a marca dos 5,9 bilhões de dólares – mais da metade do valor estimado das importações utilizando Ex-tarifários para aquele ano.

Resta evidente a importância que este regime tem para o setor produtivo nacional. A STTAS, a UPS Company, vem trabalhando ao longo dos anos com seus clientes de diversos segmentos industriais no estudo e aplicabilidade do regime de Ex-tarifário na importação. No mês de julho passado, a STTAS ultrapassou a marca dos 100 pleitos de Ex-tarifários, com destaque para 91 pleitos protocolados perante o Governo Brasileiro, além de outros 17 pleitos em vias de serem protocolados – incluindo pleitos do setor automotivo, auto-partista, alimentício, químico, de tecnologia, saúde e do agronegócio. Os pleitos deferidos apresentados pela STTAS representam savings do imposto de importação (custo direto ao importador) estimados em mais de 10,6 milhões de dólares para nossos clientes.

Leia mais sobre o regime de Ex-tarifário no artigo publicado pela STTAS: “Imposto de Importação e os mecanismos de redução tarifária”. Referido texto traz importantes informações acerca do funcionamento dos principais mecanismos de redução da tarifa do imposto de importação, incluindo o regime de Ex-tarifário.

Para saber mais sobre como a STTAS pode ajudar a sua empresa a se beneficiar da redução tarifária do Imposto de Importação, envie um e-mail para contato@sttas.com.

¹ Fonte: Estatísticas -Dados Abertos MDIC. Site: http://www.mdic.gov.br/index.php/competitividade-industrial/acoes-e-programas-13/estatisticas-dados-abertos. Data de acesso: 14/08/2018.